sábado, 29 de dezembro de 2007

E mail de Jailson Costa - Aventureiros do Asfalto - Natal/RN

Meu querido Éder, faço minhas as tuas palavras pois me sinto
contemplado em cada uma delas. Desejo de coração que esta amizade
entre Trilhados/Aventureiros, dure o quanto dure, calçada no
sentimento maior que norteia o motociclismo e o verdadeiro
motociclista que é o Companheirismo. Desejo aos Trilhados e a você,
muita saúde, muitas alegrias, que neste ano que se inicia possamos
estar juntos muitas vezes pelas estradas da vida, pois vejo que temos
muito o que mostrar para alguns, que ainda não sabem se irmanar em
torno de um motociclismo fraterno e solidário. Trasmita meus votos aos
que fazem o M.C Lobo Potiguar e ao M.C Phoenix, seja meu emissário
pelo motivo de não saber o e.mail deles para contato.

Grande abraço e Feliz 2008.

Jailson Costa
Aventureiros do Asfalto/Natal/RN

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Amantes do Motociclismo: Feliz 2008!

É chegado o fim do ano. Estamos a contemplar os últimos dias de 2007 já incorporando o clima de despedida, e a torcer fervorosamente, com acalentados aplausos, para que 2008 venha com dias ainda melhores do que os até aqui vividos!

 

O ano que se vai com certeza vai deixar fortes sentimentos de saudade em cada um dos Trilhados. No seu decorrer tivemos muitas adesões ao grupo, tendo algumas delas em pouquíssimo tempo se tornado indispensáveis para a saúde do Moto Clube inteiro. 2007 ficará marcado como sendo o ano de nossas primeiras presenças em eventos motociclísticos, como também o ano em que foram firmadas sinceras e agora indispensáveis parcerias com outros Moto Clubes da nossa cidade, grupos de pessoas sempre agradáveis que nos ajudaram e ainda nos ajudam muito, e, o mais importante, 2007 foi o ano em que grandes amizades começaram a ser construídas dentro das paredes dos Trilhados, bem como através das largas portas e das grandes janelas abertas para ligáramo-nos à galera dos Aventureiros do Asfalto, Lobo Potiguar e Phoenix. Essas são amizades que surgiram para resistirem e darem seus valiosos frutos por muito tempo, por muitos milhares de quilômetros de estrada!

 

Desejamos que o ano de 2008 esteja repleto de boas surpresas para nós motociclistas. O que mais queremos é encontrar estradas tranqüilas e sem buracos, com temperaturas agradáveis e brisas gostosas entrando pelas aberturas de nossas jaquetas. Queremos sol, mas queremos também um pouco de chuva. Queremos acelerar forte as nossas nervosas máquinas, mas queremos também maneirar o ritmo do motor para então apreciarmos as belas paisagens com as quais Deus nos presenteia enquanto viajamos, enquanto pagamos o alto preço que é arriscar as nossas vidas em troca da nossa paixão de pilotar nossas valentes motos!

 

Feliz 2008 a todos os irmãos motociclistas, a todos os apaixonados pela vida sobre duas rodas, sejam esses ligados ou não a algum Moto Clube. Que durante o ano que agora nasce tenhamos sempre motociclismo na mente, paz na estrada e Deus no coração. Que as amizades até então feitas se fortaleçam cada vez mais em atitudes e palavras, e que muitas outras comecem a ser tecidas nas malhas viárias de nossas estradas. Lembrem-se, em 2008 e sempre, que o mais nobre dos sentimentos residentes no coração de um autêntico motociclista é o COMPANHEIRISMO. Sendo assim, vamos nos esforçar para pô-lo em prática em todos os instantes!

 

Sem mais para o momento.

 

Fiquem com Deus.

 

Éder N. Barbosa – Trilhados – Mossoró/RN (http://trilhados.multiply.com/ )

esspiao@hotmail.com

 

Atenção: Reservas Para Martins!

Como consta em nosso calendário, estaremos indo a Serra de Martins no dia 16 de fevereiro de 2008, com retorno previsto para o dia seguinte. Sairemos daqui ao início da manhã do sábado (com hora e local de saída ainda a combinar) e desejamos iniciar o nosso retorno pouco depois do almoço do domingo.

 

Para os que desejam se hospedarem no tradicional e confortável Hotel Serrano é necessário que se faça a reserva o quanto antes. Ela pode ser feita juntamente com o Trilhado Ciro Sabino, no telefone 3314-2113 em horário comercial. Os preços, já com desconto, são os seguintes:

 

Quarto duplo: R$ 85,00

Quarto Triplo: R$ 120,00 (Ambos incluindo apenas o café da manhã!)

 

Segundo a consulta telefônica feita por Ciro a procura para essa época se encontra grande, acima da média para a baixa estação, e é esse motivo que nos deixa na necessidade de anteciparmos a nossa reserva.

 

Outro detalhe importante que deve ser lembrado é que a reserva, nesse preço promocional, só pode ser feita mediante pagamento de 50% de seu valor. Essa quantia também pode ser entregue a Ciro, pois o mesmo se responsabiliza por passá-la a Rede Sabino de Hotéis.

 

Os Trilhados interessados nessa viagem são: Ciro Sabino, Éder Barbosa, Eduardo Santos, Rubens Samu e Tião Federal. O único Phoenix interessado até o momento é Jerfferson. Até esse instante nenhum integrante dos Aventureiros do Asfalto – Facção Mossoró nem do Lobo Potiguar se manifestaram com relação a essa viagem serrana.

 

Em caso de dúvidas com relação a essa viagem ou a estadia favor entrar em contato com Ciro Sabino no mesmo telefone anteriormente citado.

 

Sem mais para o momento.

 

Feliz 2008!

 

Fiquem com Deus. Que Ele, com o seu infinito Poder, nos proteja e nos guie em mais essa aventura motociclística.

 

Éder N. Barbosa – Trilhados/

esspiao@hotmail.com

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Recesso de Atividades nos Trilhados

Após a nossa agradável confraternização natalina, feita graças a uma nobre parceria com os Moto Clubes: Aventureiros do Asfalto – Facção Mossoró, Lobo Potiguar e Phoenix - é decretado recesso de fim de ano nos Trilhados.

 

Esperamos retornar às atividades muito em breve, se Deus quiser logo após as festividades de fim de ano. O meu pensamento é de fazermos a primeira reunião de 2008 diferente de todas as outras que já fizemos! Sugiro desde já que combinemos para a primeira quarta-feira do ano, dia 02 de janeiro, um passeio noturno até a praia de Tibau. Faríamos a reunião por lá e voltaríamos, todos juntos, logo em seguida. Por favor, analisem essa proposta e se manifestem positiva ou negativamente via e-mail, mandando mensagem para esspiao@hotmail.com .

 

Se a maioria dos integrantes a opinarem a cerca dessa “reunião diferente” concordar com a idéia aqui sugerida o local de concentração/saída será o Posto Olinda BR, localizado no bairro Abolição II, vizinho a Usibrás. A concentração se dará às 20 horas e a saída será pontualmente ás 20:30.

 

O recesso que aqui tratamos vem para evitar alguns desconfortos que poderiam vim a ocorrer aos integrantes com relação à marcação de reuniões ou viagens para essa conturbada época, já que todos nós temos nossas agendas lotadas de compromissos e reuniões junto à família e aos nossos amigos extra-Moto Clube. É de suma importância que marquemos reuniões apenas em datas confortáveis para cada um dos integrantes ativos.

 

O recesso não impede, em momento algum, a realização de reuniões e viagens não oficiais. Qualquer um dos integrantes ativos está à vontade para convocar qualquer uma dessas. Se desejar que seu convite seja publicado aqui nesse site envie mensagem com considerável antecedência para esspiao@hotmail.com .

 

Sem mais para o momento.

 

Fiquem com Deus!

 

Éder N. Barbosa – Trilhados – Mossoró/RN

esspiao@hotmail.com

 

Ps.: Opinem sobre a ida noturna à Tibau.

 

Ciro Fez a Festa!

Mais uma vez o Trilhado Ciro Sabino impressionou a todos com o seu grande poder de iniciativa. O que era para ser apenas um simples jantar de confraternização de fim de ano virou uma grande festa!

 

Ciro, juntamente com Toinha e Camilinha, preparam um pequeno conjunto de brincadeiras para serem realizadas durante a confraternização e estas fizeram a diferença naquela agradável noite festiva. Eles organizaram, sem que os outros soubessem, sorteios de alguns brindes surpresa. Os sorteios contemplaram os felizardos com um capacete, uma diária com direito a acompanhante em qualquer um dos hotéis da Rede Sabino e ainda com três pseudo-litros de uísque oito anos da renomada marca J & B (que na verdade eram cachaça Colonial!).

 

O sorteio do brinde mais valioso, a diária hoteleira, foi feito através do método da cadeira premiada. Existia uma cadeira com a etiqueta “sorteado” colada em baixo do acento.

 

Temos plena certeza de que a nossa festa de fim de ano agradou a todos os participantes e de que Ciro Sabino merece a maior parte desse mérito.

 

Sem mais para o momento.

 

Fiquem com Deus!

 

Éder N. Barbosa – Trilhados – Mossoró/RN

esspiao@hotmail.com

 

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

9º Rota do Sol Motofest - João Pessoa/PB (02 a 04/11/07)




Único Trilhado no evento: Ciro Sabino.

Viagem feita na nobre parceria do Lobo Potiguar.

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Estranho personagem, esse tal de motociclista.

Difícil crer que seja possível preferir o desconforto de uma motocicleta, onde se fica instavelmente instalado sobre um banquinho minúsculo, tendo que fazer peripécias para manter o equilíbrio e torcendo para que não haja areia na estrada.

 

Como podem achar bom transportar o passageiro, dito garupa, sem nenhum conforto ou segurança, forçando o coitado a agarrar-se à pança do motociclista, sujeitando ambos a toda sorte de desconfortos, como chuva, ou mesmo aquela "ducha" de água suja jogada pelo carro que passa sobre a poça ao lado, ou de ficarem inalando aquele malcheiroso escapamento dos caminhões em uma avenida movimentada como a marginal Tietê, por exemplo, sem falar da necessidade de se utilizar capas, casacos e capacetes, mesmo naqueles dias de calor intenso.

 

Isso tudo enquanto convivemos numa época em que os automóveis nos oferecem toda sorte de confortos e itens de segurança.

 

Ar-condicionado, que permite que você chegue ao trabalho sem estar fedendo e suado; "air bags", barras laterais, cintos de três pontos, etc., que conferem ao passageiro uma segurança mais do que necessária; som ambiente; possibilidade de conversar com os passageiros (OS passageiros...) sem ter que gritar e assim por diante.

 

Intrigante personagem, esse tal de motociclista.

 

Apesar de tudo o que disse acima, vejo sempre em seus rostos um estranho e particular sorriso, que não me lembro de haver esboçado quando em meu carro, mesmo gozando de todas as facilidades de que ele dispõe.

 

Passei, então, a prestar um pouco mais de atenção e percebi que, durante minhas viagens, motociclistas, independente de que máquinas possuíssem, cumprimentavam-se uns aos outros, apesar de aparentemente jamais terem se visto antes daquele fugaz momento, quando se cruzaram em uma dessas estradas da vida. Esquisito...

 

Prestei mais atenção e descobri que eles freqüentemente se uniam e reuniam, como se fossem amigos de longa data, daqueles que temos tão poucos e de quem gostamos tanto.

 

Senti a solidariedade que os une. Vi também que, por baixo de muitas daquelas roupas de couro pesadas, faixas na cabeça, luvas, botas, correntes e caveiras, havia pessoas de todos os tipos, incluindo médicos, juízes, advogados, militares, etc. que, naquele momento, em nada faziam lembrar os sisudos, formais e irrepreensíveis profissionais que eram no seu dia a dia.

 

Descobri até alguns colegas, a quem jamais imaginei ver paramentados tão estranhamente.

 

Muito esquisito...

 

Ao conversar com alguns deles, ouvi dos indizíveis prazeres de se "ganhar a estrada" sobre duas rodas; sobre a sensação deliciosa de se fazer novos amigos por onde se passa; da alegria da redescoberta do prazer da aventura, independente da idade; e da possibilidade de se ser livre e alegre, rompendo barreiras que existem apenas e tão somente em nossas mentes tão acostumadas à mediocridade.

 

Vi, ouvi e meditei sobre o assunto.

 

Mudei minha vida...

 

Maravilhoso personagem, esse tal de motociclista.

 

Muitas motos eu tive, mas jamais fui um verdadeiro motociclista, erro que, em tempo, trato agora de desfazer. Mais que uma nova moto, a moto dos meus sonhos. Mais que apenas uma moto, o rompimento dos grilhões que a mim impunham o medo e o preconceito e que por tanto tempo me impediram de desfrutar de tantas aventuras e amizades.

 

Deus sabe o tempo que perdi e as experiências que deixei de vivenciar. Se antes os olhava com estranheza, mesmo sendo proprietário de uma moto (mas não um motociclista), vejo-os agora com profunda admiração e, quando não estou junto, com uma deliciosa pontinha de inveja.

 

O interessante, é que conheço pessoas que jamais possuíram moto, mas que estão em perfeita sintonia com o ideal motociclista.

 

Algumas chegam até mesmo a participar de encontros e listas de discussão, não que isto seja imprescindível ou importante. O que importa é a filosofia envolvida.

 

Hoje, minha esposa e eu, montados em nossos sonhos, planejamos, ainda timidamente, lances cada vez maiores, sempre dispostos a encontrar novos velhos amigos, que certamente nos acolherão de braços abertos.

 

Talvez, com um pouco de sorte, encontremos algum motorista que, em seu automóvel, note e ache estranho aquele personagem que, passando em uma motocicleta, com o vento no rosto, ainda que sob chuva ou frio, mostre-se alheio a tudo e feliz, exibindo um largo e incompreensível sorriso estampado no rosto.

 

Quem sabe ganhemos, então, mais um irmão motociclista para o nosso grupo.

 

Fernando Drummond

 

Texto enviado por Marcellus P. F. (marcellus.luiz@hotmail.com )

Quem dera as mulheres fossem como as motos, nenhuma relação daria errado...

Lá no meu tempo de criança, quando alguém estava diante de uma dúvida cruel, costumava dizer:

 

"Não sei se caso ou se compro uma bicicleta"...

 

Era assim com o Diógenes... Ou quase...

 

Sempre sonhou em ter uma moto. Aí conheceu a bela Iraildes e do amor à primeira vista até o casamento foi um pulo. Despesas para montar a casa adiaram o sonho de duas rodas.Vieram os filhos e novos adiamentos.

 

Sempre que Diógenes, marido exemplar, falava em comprar uma moto, sua amada esposa lembrava a ele uma das necessidades do lar.

 

Ora uma geladeira nova, ora o jogo de sala que estava precisando uma recauchutagem.

 

E os anos trouxeram a acomodação, até que um dia Iraildes disse a Diógenes:

 

"A relação está desgastada. Precisamos discutir a relação."

 

Chatíssima a discussão e apesar dela pouco pode ser feito e o casamento acabou-se em separação.

 

Chatíssima a discussão e apesar dela pouco pode ser feito e o casamento acabou-se em separação.

 

Desnecessário dizer que a nova companheira lhe proporcionava momentos de irresistível prazer. Mas nada como um dia depois do outro e alguns estalos estranhos levaram nosso amigo ao mecânico.

 

O mecânico foi implacável:

 

"A relação está desgastada. Precisamos trocar a relação."

 

De repente aquele gosto amargo de filme repetido passou pela cabeça de Diógenes, mas não havia outra coisa a fazer.

 

A relação nova + mão-de-obra, ficou em menos de cinqüenta merréis e a companheira voltou a sorrir pra ele...

 

Ah! Se as mulheres fossem como as motos...

 

Um abraço.

 

Émerson Costa

FOX MOTO GRUPO

BRAZIL RIDER'S

Fortaleza – CE

 

Texto enviado por Marcellus P. F. (marcellus.luiz@hotmail.com )

Reunião na Casa de Ciro Sabino (22/08/07)




quarta-feira, 4 de julho de 2007

Revellion 2006 2007




Apodi Portalegre Martins (30 e 31/03/07)




Moto Passeio Areia Branca (01/05/07)




Moto Passeio Tibau (07/06/07)




Arraia Trilhados (24/06/07)




Lançamento do Baner (19/05/07)




Moto Feijo Fest Pau dos Ferros (06/05/07)




III Serração Motofest (Jun2007)