quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A importância da 2ª pele

 

Segunda pele também deve ser usada no verão

Segunda pele é uma vestimenta essencial para motociclistas que curtem pilotar com conforto, principalmente em longas viagens. Um de seus diferenciais é que quando lavada, a segunda pele seca em poucas horas, outro é que a roupa ocupa pouco espaço na bagagem.

Existem segunda pele tanto para o inverno quanto para o verão. A empresa 100% Go Ahead é a única no Brasil que fabrica segunda pele específica para motociclistas.

Pensando nos períodos de clima quente, a 100% Go Ahead desenvolveu uma segunda pele especial. A Segunda Pele High Bio proporciona conforto térmico em temperaturas mais elevadas, substituindo as camisetas e calças feitas em algodão ou outros tecidos. O tecido High Bio contém propriedades que ajudam o piloto a se proteger confortavelmente mesmo em altíssimas temperaturas.

Nos testes feitos na Segunda Pele High Bio, ainda na fase de protótipo, chegamos a temperaturas altíssimas e os motociclistas ficaram secos. Além do conforto térmico, outra propriedade importante da Segunda Pele High Bio é o fator de proteção solar, UV +50. Esta proteção está ligada intimamente ao projeto e fabricação do tecido.

Tecidos fabricados de forma convencional, mesmo o tecido usado em jaquetas ou até mesmo o couro, possuem fator de proteção solar abaixo de 10. O tecido High Bio protege com fator acima de 50, usando a tecnologia da confecção com fio à base de Dióxido de Titânio.

Diferente dos protetores solares, a segunda pele High Bio permanece protegendo mesmo após todo um dia de uso, já os protetores devem ser constantemente reaplicados.

Mais informações sobre as Roupas Protetoras da 100% Go Ahead em nosso site www.go100.com.br

 

Fonte: Divulgação RockRiders.com.br

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Mais mulheres estão pilotando motos no Brasil

Mais mulheres estão pilotando motos no Brasil

As mulheres vêm ganhando espaço no mundo das duas rodas e deixando para traz o machista ditado que “lugar de mulher é na garupa”.

Segundo dados divulgados por nove Detrans (Departamentos Estaduais de Trânsito) o sexo feminino no comando de motocicletas cresce ano após ano, chegando a uma variação de 20% a 35,7% o número de habilitações concedidas às mulheres.

Segundo estudos, este aumento beneficiará o trânsito nestes Estados em virtude do comportamento mais defensivo que as mulheres têm tanto ao volante como no comando dos guidões.

Um fato curioso é que não é em São Paulo onde o crescimento de mulheres motociclistas é maior, certamente devido ao trânsito ser maluco na capital e amedrontar (com toda razão) as mulheres.

Acompanhe como foi a evolução em alguns Estados:

Rio de Janeiro

15.533 mulheres receberam Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) para dirigir motocicletas em todas as categorias, de um total de 191.756 documentos emitidos em 2009. O ano anterior já havia apresentado um crescimento de 33,1%. No número de mulheres habilitadas.

São Paulo

43.852 mulheres receberam habilitação categorias A e AB, que permitem a condução de motocicletas e carros de passeio em 2009. No ano, foram cadastradas 5,5 milhões de CNHs de todas as categorias.

Paraná

289.599 mulheres foram habilitadas para dirigir motocicletas em todas as categorias em 2009, de um total de 4,1 milhões de CNHs emitidas.

Mato Grosso do Sul

Foram emitidas 110 mil habilitações para motociclistas femininas em todas as categorias em 2009, contra 90,7 mil registros em 2008.

Bahia

Foram emitidas 18.128 CNHs para motociclistas mulheres apenas na categoria A.

Rio Grande do Sul

182.421 mulheres receberam habilitação para dirigir motocicletas em 2009, em todas as categorias. No ano anterior, apenas 155.607 foram aprovadas. O crescimento foi de 17,2% com relação ao ano anterior.

Fonte: Site de notícias G1.

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

 

Motos Kasinski calendário 2011

Motos Kasinski estréiam Calendário 2011 com lindas mulheres

Os 12 modelos de motocicletas Kasinski são destaque no Calendário Duas Rodas 2011. As  bailarinas do Domingão do Faustão posaram para fotos sensuais junto com as motos Kasinski, no Rio de Janeiro.

O Calendário Duas Rodas 2011 chega às bancas na próxima semana numa versão de luxo no tamanho 30×45 cm, contendo 24 poses de 12 modelos de motocicletas Kasinski e 11 bailarinas e uma assistente de palco do Domingão do Faustão, da Rede Globo. As fotos, do fotógrafo de moda Faya, uniram em imagens coloridas e em preto-e-branco a sensualidade das bailarinas às motocicletas – um dos sonhos de consumo do brasileiro.

A Kasinski conta com um portfólio de 12 produtos de 110 a 650 cm3 de cilindrada. A marca é responsável por ações inovadoras no setor, sendo considerada uma fabricante revolucionária no segmento de motocicletas.

Fonte: Divulgação RockRiders.com.br com conteúdo fornecido pela Assessoria de Imprensa da Kasinski - Max Midia Comunicação

 

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente
 

MOTOCICLISTA SOFRE DE TDAH

 

Projeto de Lei quer aplicar teste para saber se motociclista sofre de TDAH

TDAH é Transtorno de Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade...

Deverá causar muita polêmica caso seja realmente aprovado o Projeto de Lei 7.483/10, que obriga motociclistas a realizar um teste que comprove se ele sofre ou não de Transtorno de Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade (TDAH).

A começar pelo modo como o Detran aplicará o teste. De acordo com o médico psiquiatra e psicoterapeuta Hélio Borges de Oliveira Passos, os testes em psiquiatria são instrumentos que precisam de anos de estudo e feitura para que sejam realmente validados.

"O PL-7483/2010 não especifica nem que teste deve ser aplicado, o que necessitará da instalação de uma comissão capaz de eleger um teste específico e válido", aponta o psiquiatra Passos.

Outra fato polêmico diz respeito à segregação do teste, que deverá ser feito apenas por motociclistas e não por outros motoristas, como de carros e caminhões. O psiquiatra diz não ver razão alguma para que outros motoristas também não participem do teste, caso seja realmente aprovado.

"Acho-o prematuro e com pouco baseamento em pesquisas e consultas aos especialistas. Um único trabalho científico referido não pode ser consensual a fim de já se produzir uma lei. Não é assim que a ciência funciona, não é assim que deveriam se formular tais leis", questiona Passos, mostrando-se contrário à lei.

O que é TDAH?

Estimativas apontam que de 1 a 2% da população de adultos podem sofrer de Transtorno de Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade. De causas genéticas, o transtorno é neurobiológico, costuma aparecer na infância e frequentemente acompanha o indivíduo até a fase adulta. Desatenção, inquietude e impulsividade são alguns dos principais sintomas.

Conforme explica o psiquiatra Passos, a atenção (ou a falta dela) dos motociclistas pode não estar relacionada à TDAH. Ele explica que a atenção está relacionada à vigilância e à tenacidade do ser.

E é com a vigilância que se consegue tomar conta de diversos estímulos ao mesmo tempo, o que é crucial para se pilotar uma moto. Mas a vigilância, segundo Passos, não está relacionada ao TDAH. "O portador de TDAH tem prejudicada não a vigilância (que é normalmente extremada), mas a tenacidade. É nas atividades de maior esforço intelectual e com leitura e estudo que vemos na prática clínica o transtorno sobressair".

Para saber se realmente a pessoa sofre algum tipo de transtorno, é preciso que o diagnóstico seja essencialmente clínico, o que poderia compremeter o teste antes de tirar a CNH. Além disso, afirma o psquiatra Passos, faz-se necessário uma investigação das queixas apresentadas pelo paciente e familiares, exame do estado mental, acompanhamento do paciente e ainda resposta aos fármacos prescritos.

Qual motociclista contará a verdade sobre o seu passado, com possíveis sintomas ou não de transtornos, e assim prejudicar o seu próprio teste de CNH? É esperar para ver.

Fonte: Jornal O Diário

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Caixa e Consórcio para Motos

 

Caixa amplia portfólio de consórcios também para motos

A Caixa Econômica Federal lançou o Consórcio Moto, acompanhado por um seguro de vida "durante o tempo em que o consorciado participar do grupo", segundo afirmou hoje o diretor da Caixa Consórcios, Antonio Limone.

O cliente escolhe sua carta de crédito com valores entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, em um plano de 70 meses, com parcelas mensais a partir de R$ 88,73. A cada mês, são contemplados cinco grupos.

O número de motos dobrou no país nos últimos dez anos, de acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). São 15 milhões de motos, quase metade do número de carros do país.

Segundo números do Banco Central, o consórcio de motos é o segmento que mais cresce no País, e já contabiliza mais de 2 milhões de consorciados. Por isso, esse novo mercado é a grande aposta da Caixa para 2011.

Fonte: enviado pelo Thomaz Magalhães - Imprensa & Relações Públicas

 

Fontwe Rock Riders

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Eventos Janeiro de 2011 data base 28/12/2010

06,07,08 e 09 4� Sousa Moto Fest Sousa PB
09 3� Anivers�rio do Gato de Botas MC Macei� AL
13,14,15 e 16 Motofolia 2011 Praia de Piedade PE
14,15 e 16 V Rio Real Moto Fest Rio Real BA
16 Passeio Motociclistico "A Caminho do Sol" Natal RN
20,21,22 e 23 10� Encontro de Motociclistas do Sert�o do Alto Paje� Afogados da Ingazeira PE
28,29 e 30 Anivers�rio Cobras & Calangos Fortaleza CE
29 e 30 1� Bate e Fica de Cajazeiras Cajazeiras PB

 

Fonte Revista Motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

 

Reunião Social dia 04/01/2011

Convocamos os membros, parceiros e amigos para uma reunião social dia 04/01/2011 a partir das 20:00 hs.

Discutiremos a programação/recepção da estadia/chegada da Facção SP (Armando e Claudia) a nossa cidade.

Aproveitando o ensejo, poderemos pagar a mensalidade de Janeiro/2011. 

A principio o local será: Praça do Teatro Dix Huit Rosado

saudações motociclisticas

TRILHADOSM.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

4º Sousa motofest - Programação

4º Sousa Moto Fest


Serviço:

Evento: 4º Sousa Moto Fest

Datas: 06,07,08 e 09 Janeiro de 2011

Local: Praça da Matriz

Cidade: Sousa

Estado: PB

Site:
www.mcpegadasnoasfalto.com

eMails:
ailtonvideo@bol.com.br
 
Organizador: MC Pegadas no Asfalto com apoio Lobos Moto Clube e velociraptor

Contato: Ailton

Fone: 83 9124-5670


Programação

Dia 06 de Janeiro-Quinta

20:00hs -Abertura do Evento
Local - Praça Da Matriz
21:00hs - shows:Banda Longa Metragem anos 80 e 90
Banda Garotos do Axé

Dia 07 de Janeiro-Sexta

08:00hs - Recepção dos Motociclistas
Local - Praça da Matriz
21:00hs - Shows: Safra 82 rock in Roll
Ari e Emosamba

Dia 08 de Janeiro - Sábado

08:00hs - Recepção dos Motociclistas
08:30hs - Café da Manhã 0800
10:30hs - Passeio Turístico a são Gonçalo e as Principais Av. da cidade
12:00hs - Feijoada e Churasco 0800
Local - Sousa Ideal Clube
Show ao vivo - Lindocil e Roseane
18:00hs - Show de Manobras Harlly
20:00hs - Caveira e Banda Cela
Gilson e Mania de Pagodear


Dia 09 de Janeiro - Domingo

07:00hs - Café da manhã 0800
-Despedida dos motociclistas
-Local - Praça da Matriz

Relação de hotéis e Pousadas

Hotel Jardins Plaza Hotel (83) 3522-4212
Troodon Park Hotel (83) 3521-2011
Hotel Ribeirão (83) 3521-1221
Pousada O Flouxão (83) 3521-1829
Hotel Vila Real (83) 3522-2399
Pousada Chabocão (83) 3522-2633
Pousada Dinossauro (83) 3522-1561 / (83) 3522-2299
Pousada Mathias (83) 3521-1595
Pousada Miro Machado (83) 3522-3686
Posto e Pousada Pai Assis (83) 3522-1645
Posto e Pousada Jacóme (83) 3522-2823
Posto São Gonçalo (83) 3522-1946 á 5km da cidade
Pousada Parai so do Vale (83) 3522-3764
Pousada Coco Verde (83) 3522-2717
Pousada S. Vicente de Paula (83) 9307-1142

Temos Área de Camping com infra-estrutura 0800

Obs. No 0800 Uso Obrigatório de Colete ou Camisa Oficial do Moto Clube

 

Cartaz :

 

 

Fonte Revista Motoclubes

Trilhados M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Comunicado de Desligamento - Eder Negreiros

Comunicado de Desligamento – Éder Negreiros Barbosa (Esspiao)

Informo aos interessados que a partir do dia 14 de dezembro de 2010 eu, Éder Negreiros Barbosa, motociclista residente na cidade de Mossoró/RN, encontro-me desligado do Trilhados M. C. – Mossoró/RN. Essa informação já se encontrava em poder da direção do Trilhados M. C. e só vem a tona agora, depois de passados alguns poucos dias do ocorrido, por motivos organizacionais internos da agremiação motoclubística na qual eu me encontrava inscrito.

Essa dolorosa e muito bem pensada decisão se deu pelo simples fato de ter chegado a hora de minha partida. É tempo de arrumar as malas, ou melhor, alocar a bagagem nos alforges de minha moto e “pegar a estrada”, ainda que essa seja uma rota que me levará a um destino totalmente desconhecido. Mas, afinal, quem de nós, aqui na Terra, conhece o próprio destino?!

Não posso deixar de relatar que agi com base apenas na razão e que tive que deixar de lado tudo o que era ligado a emoção. Se eu tivesse me dado ao luxo de pensar com o coração jamais seria capaz de fazer o que fiz. Outra coisa que me sinto obrigado a relatar é que caso eu não tivesse tomado essa decisão no momento em que o fiz estaria indo na direção oposta das coisas que acho corretas, contra tudo aquilo que preguei e defendi e contra as regras que me norteiam e sempre me nortearão no meio motociclístico e motoclubístico.

Cada um dos delicados pontos de costura que prendem o Brasão dos Trilhados às costas do meu colete de retalhos de couro e da minha jaqueta de viagem serão tirados por mim com a mesma dor que sentiria caso estivesse fazendo grandes e profundos cortes em minha própria pele! Precisarei acumular forças para desempenhar tal tarefa, pois sei que não será nada fácil. Porém, aviso que isso será feito o quanto antes.

Agradeço, com plena certeza sobre a decisão que tomei e, ainda assim, com o coração declaradamente partido, todos os muitos momentos inesquecivelmente fantásticos que vivi enquanto fiz parte dessa que é uma verdadeira família de motociclistas. Aviso a todos que, na bagagem que montei nos caóticos momentos que antecederam a minha partida, só serão levadas as boas lembranças, coisas gostosas de serem revividas e dignas de ficarem eternamente em minha memória.

Nada tenho contra o meu tão amado e respeitado ex-Moto Clube. Foi com o Brasão dele estampado nas costas que fui, montado nas “éguas de aço” que já me acompanharam em minhas andanças, aos mais lindos lugares. Foi com esse Brasão que visitei cidades e estados onde nunca pensei estar. Foi com ele e através dele que conquistei amizades que, com toda certeza, me acompanharão na estada da vida até o fim dos meus dias, até meus derradeiros “quilômetros”, não importando o caminho ou desvio que eu decida ou precise tomar. Quantas e quantas vezes eu vi o dia nascer fazendo o uso desse Brasão, enquanto contemplava o brilho dos primeiros raios de luz solar sobre o asfalto?! Quantas e quantas vezes, fazendo do nome do Trilhados Moto Clube meu sobrenome, eu permiti que a chuva me lavasse sobre a minha máquina, enquanto pilotava, acomodado prazerosamente dentro de uma roupa de couro, pelas mais belas estradas?! São contas que eu nunca conseguiria fazer, pois trazem como resultados números que eu jamais poderia mensurar. Sempre que eu olhar para os retrovisores de minha motocicleta e da minha vida é isso que eu vou e quero lembrar dos meus dias de Trilhado.

Informo que, sempre que possível e permitido, continuarei a acompanhar a inimitável turma dos Trilhados em Reuniões Sociais, viagens independentes e eventos motociclísticos. Não quero perder o contato com essa família. Ao contrário: Quero ficar cada vez mais amigo deles, quero ser cada vez mais irmão dos integrantes do Moto Clube que agora, de forma honrosa e honesta, deixo para seguir o meu próprio caminho, deixo para “trilhar” por outras rotas.

Enquanto Deus permitir e as circunstâncias estiverem a meu favor continuarei a incorporar e vivenciar o estilo de vida motociclístico em toda a sua plenitude. Continuarei a fazer moto viagens acompanhado e sozinho, sejam elas para eventos ou para qualquer que seja o lugar. Nasci para isso, para ser motociclista estradeiro, para viver completamente mergulhado nessa “paixão pelo risco calculado”, equilibrando-me sobre as duas rodas de um moto, sempre pronto e disposto para devorar asfalto.

Acho que posso sim usar as minhas palavras para relatar que vi essa agremiação nascer, crescer, amadurecer e aparecer no meio de tantas outras. Estive presente ativamente nos principais e mais relevantes momentos dessa bonita história. Tenho plena certeza de que o meu nome constará, ainda que em letras miúdas, nas principais páginas desse belo e espesso livro que trata de amigos inicialmente unidos pela paixão que sentem por suas máquinas de duas rodas. Posso dizer que vi a fundação desse Moto Clube, em meio a trilhas fora de estrada, e que estive presente em todas as suas primeiras viagens e idas a encontros motociclísticos. Lembro também que estive na fundação da Facção Sampa, na nomeação daqueles Membros que levariam, a bordo de suas motocicletas, pela primeira vez, o nome do meu ex-Moto Clube para fora do nosso país... E foi assim que a Bandeira do Trilhados M. C. foi hasteada no Deserto de Atacama. Quanto orgulho que eu senti... Quanta felicidade! Quase não cabia em mim toda aquela alegria. Aquilo me pós dentro de um verdadeiro “oceano de sensações”, já que era como se grande parte de mim estivesse lá com eles.

No mais, nesse momento de despedida, tudo o que desejo é paz e vida longa ao Trilhados M. C.. Que essa fantástica turma continue a trilhar de forma bonita, honrosa, correta e responsável os seus fascinantes caminhos pelas estradas do nosso país (e fora dele!). Que esse Brasão cresça cada vez mais, e que só se desenvolva e amadureça com o passar do tempo. Que os seus Membros, meus ex-irmãos de Brasão e eternos irmãos de estrada, defendam essa Bandeira com unhas e dentes. Essa sim é uma bandeira pela qual se vale a pena lutar!

A saudade irá sim existir, pois esse é um “lar” que deixo para trás, um lar onde vivi por mais de cinco anos. Porém, na garupa da saudade sempre estará a certeza de que o que fiz foi a coisa certa e que agi no momento adequado.

Sobre planos para o futuro da minha vida como motoclubista afirmo que não tenho nenhum, pois em todas as vezes que quis definir algo antecipadamente nada saiu como o esperado. Apenas o tempo e o meu coração dirão o que será feito de mim dentro desse meio. Dentro, trajando colete de couro, porém, sem Brasão para defender.

Mesmo depois de tudo o que foi escrito nesse comunicado, confesso que não me encontro munido com as palavras corretas e sintonizadas para me despedir dessa turma. Dito isso deixo aqui o meu fraternal, respeitoso e mais emocionado ADEUS. A gente se encontra pelas estradas da vida, amigos. A gente se encontra...

Éder Negreiros Barbosa

Motociclista – Mossoró/RN

esspiao@hotmail.com

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Reveillon na Topet´s Beach House 31.12.2010

O Trilhado Eduardo "TOPETE" Santos informa que o buffet de final de ano em sua mansão no "beiço" do oceano atlântico, será de R$ 35,00 por pessoa.Qualquer dúvida entrar em contato com o mesmo.

Abaixo segue a programação e cardápio da noite do TOPETE:

BUFFET

01-Salmão defumado

02-Filet a cubana

03-Tabua de frios

04-Sobremesa a moda do chefe

 

BEBIDAS INCLUSAS:

15 litros de Jonh Walker Red Label

05 vodkas absolute

04 caixas de espumante

05 litros de Run caribenho

40 litros de refrigerante

40 litros de agua mineral

 

E mais:

-Show pirotécnico de 15 minutos

-Dj Jacker Stiler

-Boate a partir da 00:00

-Amanhecendo o dia o caldo da caridade após o banho de mar.

-Inauguração da piscina semi olimpica

 

OBS: Pedimos a quem for comparecer , registrar aqui no tópico e procurar o topete o quanto antes.

A casa do Topete fica localizada proxima ao campo de futebol na praia do ceará, lembramos que o acesso esta de 1ª, pois uma patrol aplanou o terreno. 

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

 

 

 

 

 

BMW Anuncia recall de 1362 motocicletas

BMW K 1200 GTO Grupo BMW anunciou nesta segunda (13/12) o recall dos modelos de motocicletas K 1200 S, K 1200 R, K 1200 GT, K 1300 S, K 1300 R e K 1300 GT, e que foram fabricadas entre setembro de 2004 e setembro de 2010. Os motivos seriam falhas na alavanca de acionamento, em que haveria uma ruptura nesta causando o travamento da roda traseira contra o pára-lama.



Os proprietários dos modelos mencionados devem comparecer a uma concessionária autorizada BMW a fim de que seja feita grautuitamente a substituição da alavanca de acionamento do amortecedor traseiro e outras peças correlatas. De acordo com a montadora, a duração do serviço é de aproximadamente 1 hora.

Segundo a montadora, nenhum acidente foi registrado no Brasil ou outro país pelo motivo da falha, mas que fará preventivamente a correção. O número de motos afetadas é de 1362.

O agendamento e mais informações podem ser obtidos pelo telefone 0800-707-3578 (de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h) ou pelo site da BMW Motorrad Brasil (www.bmw-motorrad.com.br). Os clientes também serão convocados por meio de cartas.

Fonte Motokando.com

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

XT-660 RECUPERADA DE ROUBO. Procura-se o proprietário

XT 660 Recuperada de RouboUma Yamaha XT 660/2006 preta e sem detalhes encontra-se apreendida na Delegacia de Polícia Cívil do município de São Francisco do Sul/Santa Catarina. A motocicleta foi retirada das mãos de assaltantes de São Paulo que estavam agindo nesta cidade. A referida moto teve seus números de chassis e motor adulterados de tal forma que duas perícias não conseguiram revelar sua origem; ela está inteira e funcionando, estava com placa falsa da cidade de Pompéia SP, também foi recuperada a chave original.


Procuram-se vítimas de roubo de XT 660, para que possam tentar identificar, através da chave mestra e reserva, e restituir o bem roubado que deverá ser requerido em juízo, caso contrário a motocicleta estará condenada a apodrecer no pátio da Delegacia.

 



Melhores informações através dos telefones:
(47) 3444-2190 e 3444-2259 - Delegacia de Polícia Civil de São Francisco do Sul SC, na pessoa do Agente Evenilton Leão.

Se alguém souber uma forma de identificar a motocicleta, deixe um recado abaixo

 

Fonte Motokando.com

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Cada povo tem o governante que merece. JUSTO!!!

DPVAT 2011 - 7,8% mais caro! R$ 279,25 Imprimir E-mail
Noticias - Moto
Publicado por motokando.com   
Seg, 13 de Dezembro de 2010 09:42

Seguro DPVAT 2011O Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) 2011 das motocicletas teve reajuste de 7,8%, chegando ao patamar de R$ 279,25. Este mesmo percentual foi aplicado também para automóveis, caminhões e caminhonetas. Já os ônibus e micro-ônibus, terão aumento de 15% e vão pagar R$ 396,47 pelo seguro DPVAT 2011.

Fonte motokando.com

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

CB 600 F Hornet 2011

Está confirmado a Honda CB 600F Hornet 2011 nas cores verde metálico e azul metálico. A mecânica permanece a mesma: motor quatro cilindros em linha de 599,3 cilindradas que fornece cerca de 102 cavalos de potência aos 12.000 rpm. A Honda Hornet também está disponível em uma versão equipada com freios ABS.

 

 

 

Hornet 2011
Honda Hornet 2011

 

Ficha Técnica

ítem
Caractéristicas
Dimensões
Comprimento
2.085mm
Largura 760mm
Altura 1.090mm
Distância Entre Eixos 1.435mm
Distância Mínima do Solo 135mm
Altura do Assento 804mm
Peso Seco
173Kg(STD) e 177Kg.(ABS)




Capacidade
Tanque de Combustível 
19 Litros
Óleo de Motor(total) 3,5 Litros




Chassi
Tipo Diamond Frame de alumínio
Suspensão Dianteira 
Invertida
Curso da Suspensão D.
120mm
Suspensão Traseira Monoamortecida
Curso da Suspensão T.
128mm
Freio Dianteiro Disco de 296mm
Freio Traseiro   
Disco de 240mm
Pneu Dianteiro 120/70 ZR17M/C
Pneu Traseiro 180/55 ZR17M/C




Motor
Tipo DOHC, 4 tempos
Número de cilindros
4
Arrefecimento Líquida/Rádiador
Cilindradas 599,3cm³
Sistema de Alimentação Injeção Eletrônica
Potência Máxima
102cv a 12.000 rpm
Torque Máximo 6,53kgf.m a 10.500 rpm
Transmissão 6 velocidades
Sistema de Partida Elétrica

Frenagem das Hornet(fonte Revista Moto! Ano 15 nº 171)

Piso: Asfalto limpo e seco.

Velocidade          
Sem ABS          
Com ABS          
40 a 0 km/h
4,0 metros
5,0 metros
60 a0 km/k
9,1 metros
10,0 metros
80 a 0 km/h
16,3 metros
17,5 metros
100 a 0 km/h
25,2 metros
28,7 metros

Atenção, em piso molhado ou com areia/sujeira, o freio ABS freia mais

 

Fonte Moptokando.com

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

HONDA SHADOW 2011 ABS

A grande espera por freios ABS na Shadow parece ter chegado ao fim, tudo indica que a versão 2011 está sendo preparada para ser disponibilizada em duas versões, uma delas com freios C-ABS de série. As informações são de colaboradores do motokando.com que forneceram uma foto prévia do lançamento 2011. Além da versão especial com freios ABS, todo o visual da motocicleta foi remodelado em relação à 2010. A Shadow 2011 estará disponível em duas cores: vermelha metálica e preta.

 

 

Shadow 2011
Honda Shadow 2011

 

Mais detalhes:

  • Versão especial ABS e versão convencional
  • Freio a disco traseiro ( para o combined ABS) e freia traseiro a tambor na versão convencional
  • Duas opções de cores: vermelha e preta
  • Motor de 745cc
  • Refrigeração líquida
  • 45,8cv a 5.500 rpm
  • 6,42 kfg.m a 3.000 rpm
  • Eixo cardã

Para mais informações visite uma concessionária autorizada Honda

 

Fonte Motokando.com

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Protesto Pacifico: Um lenço preto no guidão

Protesto Pacífico: Um lenço preto no guidão




divulgação

Protesto: um lenço preto no guidão

A comissão da Câmara dos Deputados que estuda mudanças no Código Nacional de Trânsito aprovou em novembro um projeto de lei que proíbe motocicletas de circular entre carros. O projeto foi enviado ao plenário para ser discutido e colocado em votação em 2010. Ele estabelece que a ultrapassagem só poderá ser feita – com velocidade reduzida – quando o trânsito estiver parado. A justificativa é que a medida pode contribuir para dar mais segurança aos motociclistas.

Não é o que muitos pensam. Para Lucas Pimentel, presidente da Associação Brasileira de Motociclistas (Abram), a solução não é essa. Pimentel defende a criação de vias exclusivas e espaços diferenciados entre as faixas. Em protesto contra o projeto, a associação está organizando um movimento. A proposta é que no dia 27 de janeiro todos os motociclistas usem um lenço preto no guidão e ocupem, no trânsito, o lugar de um automóvel, mostrando que, se o projeto for aprovado, o país pode parar.


FONTE: Entrevista cedida a Revista Mundo Moto

ATENÇÃO SE VOCÊ ADERIR MANDE UMA FOTO DA SUA MOTO COM O LENÇO PRETO NO GUIDÃO PARA PUBLICARMOS NO SITE DA ABRAM.

 

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

sábado, 18 de dezembro de 2010

Fotos Do Moto Passeio Baraunas 18-12-2010




O Trilhados M.C, parceiros e amigos estiveram hoje 18/12/2010 na cidade de Baraúnas fazendo uma visita ao nosso amigo e irmão de estrada Jean e alguns dos integrantes do RN-015 M.C, onde como sempre fomos muito bem recepcionado pelos mesmos.



Pegamos chuva em quase todo percurso tanto na ída como na volta mais foi muito gostoso estar reunido com os amigos em mais um passeio.

Estava presente na cidade os irmãos do M.C. Bode Do Asfalto - facção Vale Do Jaguaribe-CE

Fotos tirada por Ocimar/Juliana

Trilhados M.C

Ocimar - Secretário.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Moto Passeio a Cidade De Baraúnas - RN

Os Trilhados Marcellus Luiz, Marcelo aSa e Ocimar convida integrantes, amigos e parceiros do Trilhados M.C, para um passeio a Cidade de Baraúnas, neste Sábado dia 18/12/2010 com saída do posto Olinda - III (antigo posto Brasil) as 14:45h com tolerância de 15(quinze minutos).

Onde na ocasião aproveitaremos para fazer uma visita aos ilustres colegas do RN-015 M.C

Que Deus nos proteja na ída e volta e que tudo dê certo.

Qualquer duvida entrar em contato com Marcellus e/ou aSa.

Saudações motociclisticas!!

Trilhados M.C

Ocimar - Secretário.

Confraternização Comunicado.

O vice presidente Marcellus Luiz, comunica aos integrantes, parceiros e amigos, que irão participar da confraternização Natal/Fim de ano, que o horário para o Buffet da confraternização dos Trihados M.C será as 20:30h do dia 18/12/2010 Sábado no hotel Sabino Palace situado na Av. Presidente Dutra, Bairro Alto São Manoel, em frente ao trevo que da acesso a BR-100.

Solicta a todos se possível que estajam trajando a camisa amarela do moto clube e também o colete. 

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice Presidente

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

NANOTECNOLOGIA para os MOTOCLUBES DO RN.

 Prezados Presidentes de Motoclubes do RN,

    A SG GREEN Nanotecnologia, a primeira indústria brasileira a desenvolver aditivos para lubrificantes e combustíveis, instalada aqui no Rio Grande do Norte, nas proximidades de Natal, está iniciando o mês de dezembro com ação promocional dos seus produtos especialmente para os Motoclubes do nosso estado.

    Os produtos para aplicação em motos são SG GREEN nanoLub e SG GREEN G.  O primeiro é indicado para adicionar ao óleo lubrificante, durante cada troca.  Já o segundo é para uso direto no tanque de combustível.  O primeiro é constituído por nanoesferas funcionalizadas para a reduzção do atrito e do desgaste, o que confere economia de combustível e redução de emissões poluentes.  O segundo é constituído por nanopartículas que possuem especialmente modificadas para atuar diretamente no processo de combustão no interior dos motores.  Ambos produtos são destinados para aumentar a durabilidades das suas motos, com menos intevenções mecânica, além da redução significativa no consumo de combustíveis.  Por tudo isso, os nossos produtos caracterizam-se como melhores para você e melhores para o Planeta.

    Além de tudo isso, o SG GREEN G só precisa ser aplicado a cada dois tanques cheios.  Temos depoimentos de clientes de terem atingido economias de combustível que variam de 6 % até 25 %.

    Apenas neste mês de dezembro e também para os motoclubes, estamos oferecendo os dois produtos por preços iguais, de R$ 7,00  cada um (o mesmo valor entregue para distribuidores).  E tem mais:  na compra de cada dois produtos, você ganha um terceiro à sua escolha.

    1 SG GREEN nanoLub - R$ 7,00 (na compra de dois produtos, você ganha um terceiro);
    1 SG GREEN G - R$ 7,00 (na compra de dois produtos, você um terceiro).

    Entregamos em até 3 dias úteis, em qualquer endereço na grande Natal.  Para as demais cidades, entregamos para lotes acima de 100 produtos.  Outras quantidades podem retirar nas nossas instalações.

    SG GREEN Nanotecnologia. Melhor para você. Melhor para o Planeta.  Experimente!  Conheça e sinta os resultados.

    Por favor, dar ampla divulgação aos seus integrantes, tanto aqui no RN quanto em outros estados.
 
Adelci Menezes de Oliveira, Dr. Eng.
Diretor Executivo
Tel. (084) 3278-2952 / 9961-3163
SG GREEN Nanotecnologia
@sggreenanotec

Fonte: Aldeci Oliveira.

TRILHADOS M.C

Ocimar - Secretário.

 

 

Confraternização Comunicado

O presidente Ciro Sabino, comunica aos integrantes, parceiros e amigos, que irão participar da confraternização Natal/Fim de ano, que o procurem para o pagamento do Buffet no máximo até dia 15/12/2010.

Como ficou acertado o custo será de  R$ 30,00 ( Trinta reais ) por pessoa.

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Ciro Sabino

Presidente

sábado, 11 de dezembro de 2010

SERRA MOSSORÓ




O Trilhados M.C nasceu no barro, com vento, sol, chuva, poeira e lama. E percorrendo as caatingas do nosso sertão e dunas do litoral. Hoje relembramos um pouco desta história, pois a serra Mossoró foi nossa 1ª trilha. SHOWWWW

Fotos by Arnilton Brad Pitt
Fotos by Marcellus Kaial

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

13.500 km de fazer/250

13500 km de Fazer/250

Amigos

Em novembro fiz uma viagem de Fazer/250 cc/2010 entre Recife/LaSerena-Chile/Recife.

Foram 13.500 kms. No trajeto Recife/Mendoza-Argentina/Recife fui sozinho. Entre Mendonza/Laserena/Mendonza minha esposa me acompanhou.

Foram 29 dias viajando atravessando 09 estados mais Argentina e Chile.

Mais fotos em www.fotolog.terra.com.br/laserena

Batista Lima - batistalima@terra.com.pe


 

Fonte revista motoclubes

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

COLETE- A identificação de um motociclista


Colete - A Identificação de um Motociclista!

Gostaria de expor minha felicidade em encontrar o Sr. José Carlos, Presidente do MotoClube Chaddad - Grupo de um só, em minha viagem a Curitiba - PR, Apesar de não ter ido de moto foi reconhecido pelo meu colete, que usava no Aeroporto, pois sempre uso ele para viajar de moto ou não, acredito que um Motociclista é reconhecido pelo seus atos e principalmente pelo seu colete!

Colete - A Identificação de um Motociclista!

Carlos Augusto - Comando Do Asfalto Caruaru
comandodoasfaltocaruaru@hotmail.com


Obs: Achei muito bacana essa matéria. Mostra que usar o colete de um Motoclube  é de muita importância no meio motociclistico!!

Marcellus

 

 

Fonte revista motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Eduardo no Pico do Cabugi




Façanha do Trilhado Eduardo Santos , escalar o pico do Cabugi na cidade Lajes -Rn

Horário e local de saida para Serra Mossoró 10/12/2010

Informamos aos participantes do Motopasseio a serra Mossoró, que a programação é a seguinte:

Dia : 11/12/2010  Sabado a tarde

Local de Saida: Posto Olinda III

Horário: 15:00 hs

Pedimos ao senhor Jesus, que nos proteja nesta aventuira!!

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Moto passeio a Serra Mossoró

O Trilhado Arnilton convida integrantes, amigos e parceiros do Trilhados M.C, para um passeio a serra Mossoró, com data e horário a ser definido. Tudo dependerá dos integrantes que aderirem ao passeio.

Pedimos a qem se interessar opinar no site, para definirmos tudo. A principio poderiamos ir no sabado dia  11/12/2010, mas queremos a opinião daqueles que forem.

Qualquer duvida entrar em contato com Arnilton ou Marcellus PF.

Saudações motociclisticas!!

Trilhados M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Mensagem de fim de ano do Trilhados M.C

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O ano de 2010 foi movimentadissimo para o nosso motoclube.

Comemoramos o 5º aniversário do Trilhados com a presença de todos integrantes, além de amigos e parceiros. Foi uma grande festa.

Fomos a eventos fora de nossa região e viagens fora de nosso país, o nosso departamento de estatistica ainda não concluiu o fechamento, mas com certeza rodamos cerca de 25.000 km ou mais este ano. 

Tentamos o desafio do IRON BUTT 2, ,que por fatalidade não foi concluido, mas que em 2011 haverá de ser  por nossos integrantes Ciro Sabino, Eduardo e Arnilton.  Estaremos torcendo e pedindo a Deus que tudo ocorra bem e que este desafio seja superado.

Tivemos alguns percalços também, mas tudo ficou na santa paz de Deus.

Foi comemorado o 1º aniversário de nossa facção SP, com a participação dos membros fundadores. Ficamos agradecidos por nosso brasão ter ultrapassado fronteiras do nosso Brasil. Obrigado Armando e Claudia. 

Tivemos a ida de Fidel para Rio das Ostras RJ, onde lá teremos outra facção, conforme acertado em reunião e com data de inauguração da sede a ser definida. Grande Fidel. 

Fizemos novos amigos, fortalecemos antigas amizades.

Todos nós estamos de parabéns pelo zelo e dedicação ao TRILHADOS M.C.

Enfim agradecemos a Deus pela sua proteção, aos nosso pais, avós, as nossas esposas, as nossas namoradas, nossos filhos, sobrinhos, familiares, amigos e parceiros, que sempre nos acompanham e rezam pela nossa proteção em nossas viagens.

Desejamos a todos um feliz natal e um ano novo repleto de paz, amor e prosperidade!!

Deus seja louvado!!

Saudações motociclisticas

 

TRILHADOS M.C

 

Ciro Sabino -Presidente

Marcellus Luiz-Vice presidente

Eduardo Santos- Tesoureiro/Diretor Social

Ocimar-Secretário

Arnilton

Eder

Eider

Jerfferson Pherrugem

Luiz Lima

Marcelo Asa 

Hacson Foca

Luzimarque

Fagner

Claudino

Fidel-RJ

Armando-SP

Claudia-SP

Amanda-SP

 

 

Motocicleta- A evolução das máquinas


Motocicleta - A evolução das máquinas que conquistaram o mundo, de Fausto Macieira

Galera, as vezes a vida nos dá umas amizades fantásticas, como a de vcs que estão recebendo este e-mail, por exemplo, o o Fausto, um cara que coneci faz quase 30 anos e que, entre outras coisas, me deu uma colher de chá com uma matéria sobre as minhas andanças na Revista Duas Rodas, onde escreve principalmente sobre motocilismo off-road.

O meu patrão, sabendo desta amizade me chega segunda feira passada e me joga emcima da mesa um volume ainda lacrado em plástico dizendo para eu ler e devolver (Coitado, vai ser duro pra ele reaver o tal livro) a obra do meu camarada carioca.

Motocicleta - A evolução das máquinas que conquistaram o mundo, de Fausto Macieira, Editora Alaúde,

Este é o nome da obra, autor e editora

O livro está a venda na rede Saraiva, Americanas.com, Nobel, Travessa e direto na editora, www.alaude.com.br 

Não percam, é um trabalho de pesquisa fantástico, o cara foi descobrir uma ancestral das bikes na mesopotâmia, num pictograma de 3.500 anos ac.

A história das principais marcas, das competições, 270 páginas ricamente ilustradas e narradas com muita propriedade por um cara alucinado or motocicletas.

Espalhem, divulguem, que nós e o cara merecemos isso.

Saudações e até qualquer hora.
Guilherme Couto - guilhermecouto1@hotmail.com

 

Fonte Revista Motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

KTM e o Brasil


KTM anuncia subsidiária no Brasil

A fabricante austríaca anunciou que vai estabelecer em 2011 no Brasil uma operação própria, não mais através de representantes. A decisão, segundo o comunicado da fábrica, "sublinha a importância do Brasil como um mercado muito importante, emergente e em rápido crescimento".
 
Além dos motivos comerciais evidentes, a empresa também levou em consideração a necessidade de garantir o melhor atendimento possível aos clientes no Brasil e planeja oferecer uma gama completa de serviços, incluindo vendas, peças, pós-vendas e treinamento técnico aos concessionários.
 
O comunicado agradece ainda a atuação até agora do importador - Austria Importadora Ltda - e informa que a partir de 2011 a Austria Importadora continuará como importador oficial de motos Husaberg.
 
A KTM também confirmou que está perto de finalizar um acordo para a montagem de modelos "especialmente importantes" para o mercado brasileiro, que inclui a nova KTM 125 Duke que poderá chegar também na versão de 200 cc no segundo semestre de 2011 no Brasil.
 
O diretor de vendas internacionais da KTM, Hubert Trunkenpolz disse: "Nós estamos contentes de anunciar que a KTM vai oficialmente entrar no mercado brasileiro com a nossa filial própria em 2011. Este é o movimento certo no momento certo, como vemos um potencial muito bom no mercado brasileiro para a KTM. Acreditamos também que a nossa linha de produtos é muito bem adaptada às exigências futuras e nós temos grande esperança para o desenvolvimento positivo de nossos negócios no Brasil e certamente em todo o continente sul-americano. Por esta razão, nós também planejamos montar produtos no Brasil. A decisão final sobre este assunto ainda não foi tomada, mas estamos otimistas que poderemos falar em detalhes sobre o nosso acordo na próximas semanas", finalizou o comunicado.

eMail enviado por : João Cabrera - cabrera.moto@hotmail.com


Fonte Revista Motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Reunião Administrativa dia 13/12/2010

Convocamos a todos os membros do Trilhados M.C , para uma reunião administrativa dia 13/12/2010 segunda feira, a partir das 19:30 hs na casa de Eder Negreiros no conjunto Marcio Marinho.

Pedimos a todos o empenho para comparecer a nossa ultima reunião de 2010. Ja que neste dia será feriado municipal e o horário é convidativo para todos, não havendo portanto empeciljho para o não comparecimento por causa de trabalho.

Contamos com apresença de todos!!

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

 

domingo, 5 de dezembro de 2010

3º OLHO DAGUA MOTOFEST




Muito calor e animação em Olho Dágua.

Pagamento do buffet da confraternização natalina

O Trilhados M.C informa aos seus integrantes e parceiros, que o pagamento do buffet para quem vai participar da confraternização natalina, é até dia 15/12/2010 ao custo de R$ 30,00 (Trinta reais) por pessoa.

Qualquer dúvida em realação a isso procurar o nosso presidente Ciro Sabino.

Pedimos a quem for participar, confirmar aqui mesmo ou pelo telefone com Ciro ou Marcellus o mais rápido possivel.

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Álbum de Fotos Cruzeta, Acari e Santa Cruz - 2010




O Trilhados M.C esteve presente em mais um evento, desta vez prestigiando o V - Bate e fica na cidade de Cruzeta, aproveitando também para dar uma passada na cidade de Santa Cruz e Acari.

Trilhados M.C

Fotos cedidas por Eder / Marcellus.

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Eduardo Santos ja havia me falado a respeito. Muito bacana!!! Natal 2010


Natal 2010 - Espalhe essa idéia

Que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal?

Sim ... Natal ... daqui a pouco ele chega.

Que tal ir a uma agência dos Correios e pegar uma das 17 milhões de
cartinhas de crianças pobres e ser o Papai ou Mamãe Noel delas?

Há a informação de que tem pedidos inacreditáveis.

Tem criança pedindo um panetone, uma blusa de frio para a avó...

É uma idéia.

É só pegar a carta e entregar o presente numa agência do correio até dia
20 de Dezembro.

O próprio correio se encarrega de fazer a entrega.

Imagina uma criança pobre, recebendo o presente que pediu ao Papai Noel...

DIVULGUE P/ SEUS AMIGOS

Na vida, a gente passa por 3 fases:
- a primeira, quando acreditamos no Papai Noel;
- a segunda, quando deixamos de acreditar e
- a terceira, quando nos tornamos Papai Noel

Amigos queridos, tentemos sair de nosso pequeno mundo ao menos uma vez por ano!!  Felicidades a todos.
Antonio Carlos AGNUS - motoclubemanoveio@hotmail.com

 

Fonte Revista Motoclubes

Trilhados M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Rota 66 - Grande Aventura


Route 66 - Uma viagem dos Sonhos

A Aventura

Por quase 5 mil quilômetros passaremos por 04 Estados norte-americanos. A aventura começará por Los Angeles onde visitaremos Beverly Hills, Hollywood, Long Beach, Santa Monica e passará pela lendária Rota 66, Grand Canyon, Yosemith Park, Death Valley, San Francisco e outros parques de beleza incrível como a Pacifica,uma das estradas mais lindas do mundo l! Para completar, jogatina e entretenimento de Las Vegas! Em todo percurso você terá um guia profissional de moto liderando e atrás um veículo de apoio para levar a bagagem e dar todo o suporte necessário. Também teremos em nosso site ( www.friendsadventure.com.br  ) que irá realizar a cobertura de toda a viagem com vídeos e fotos que serão colocadas em tempo real para que seus amigos e familiares possam te acompanhar nessa aventura! Além que você poderá registrar todas as suas impressões no nosso site da aventura!


Fonte Revista Motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

3ª Confraternização dos Moto Clubes em Caicó

3ª Confraternização dos Moto Clubes em Caicó


 

Serviço:

Evento: 3ª Confraternização dos Moto Clubes em Caicó

Datas: 18 e 19 de Dezembro de 2010

Local: Ilha de Sant´Ana

Cidade: Caicó

Estado: RN

Organizador: Motoclubes de Caicó

Contatos: Valdeci (Camaleões) (84)9962-1623


Cartaz :

Fonte Revista Motoclubes

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente

Reveillon na Topet´s Beach House 31.12.2010

O Trilhado Eduardo Santos, convida os integrantes e parceiros do Trilhados M.C para o tradicional reveillon em sua casa na beira do oceano Atlantico na praia de Tibau.

O mesmo pede a confirmação da presença até o dia 20/12/2010, para o acerto do BUFFET e demais degustações.

O show pirotécino desse ano promete ser de 00:30 minutos, o que deverá ser por demais emocionante.

Vamos lá galera!! Qualquer duvida entrar em contato com Eduardo.

Saudações motociclisticas

TRILHADOS M.C 

Marcellus Luiz

Vice presidente

SAIDA DE FIDEL RUMO A RIO DAS OSTRAS R.J




Presentes: Eder, Eduardo, Ocimar, Luiz Lima,
Paulo Santos, Fidel e Meg.

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Como fazer uma prova de Iron Butt

Como Fazer uma Prova de Iron Butt

Todas as informações necessárias e oficiais para fazer qualquer modalidade de uma prova de Iron Butt, você pode pesquisar diretamente no site da IBA (Iron Butt Association). O que eu estou apresentando abaixo, são apenas algumas informações baseadas nas experiências das provas que eu já fiz e recebi as certificações.

Projeto

Boa parte do sucesso para realizar um Iron Butt é um projeto bem feito. Comece programando a rota que deseja fazer. Procure estradas que você já conheça e que você consiga manter uma boa velocidade. Melhor são as pistas duplicadas e com poucas curvas, para não perder tempo com ultrapassagens ou trânsito intenso. A IBA recomenda não fazer roteiros de ida e volta pelo mesmo caminho, pois a comprovação pode gerar desconfiança por parte dos certificadores. Se você pretende fazer um roteiro que chegue no mesmo ponto de saída, procure montar uma rota próxima a um círculo ou qualquer figura geométrica. Se possível, inicie numa cidade e termine em outra bem distante, formando quase uma linha reta. Se você fizer um roteiro para sair de uma cidade, chegar em outra com uma distância inferior à quilometragem necessária, você terá que fazer alguns desvios e, se estes desvios implicarem na formação de um vértice no decorrer da rota, abasteça num posto bem próximo a este vértice, assim você comprova que foi até aquele ponto e não "pegou atalho" para reduzir a distância.

Evite ida e volta pelo
mesmo caminho
Abasteça nos vértices
do roteiro
Prefira roteiro
contínuo ou circular

Outra recomendação da IBA, é ter uma margem de segurança acima do necessário. Se for fazer um SS1000 (1.000 milhas em 24 horas), que dá 1.609 kms, considere percorrer no mínimo 1.700 kms antes de parar, pois devido as diferenças dos tamanhos dos pneus das motocicletas, podem haver variações nas quilometragens. Se estiver percorrendo o trecho com um GPS, você poderá contabilizar a distância do GPS, pois ele mede a distância real percorrida na esfera terrestre, independente do tamanho do veículo, rodas, pneus, etc. Só para ter uma idéia, no meu SS3000 feito de 21 a 24 de abril de 2.010, enquanto o GPS marcou 4.856 kms no final da prova, o odômetro da moto apresentava 5.126 kms rodados.

Horário de Saída

O horário de saída deve ser definido baseado numa série de variáveis, tudo vai depender do projeto e das estradas que serão percorridas. Eu já fiz certificações saindo 21 horas, meia-noite, meio-dia, etc. Avalie o seu projeto e programe para passar a noite nas estradas que tem melhores condições de tráfego, ou sejam duplicadas ou que você já conheça, deixando as estradas piores ou desconhecidas para passar de dia. Ou seja, baseado no projeto você deve estimar onde deverá estar em cada horário, com isso você programa se quer passar naquele trecho de dia ou a noite e define o horário de saída. Lembre-se também de programar as estradas e os sentidos que você passará nela com base na localização do sol. Evite trafegar com o sol na sua cara, principalmente no início da manhã ou no final da tarde, pois isso poderá te dar muito sono e uma sensação de maior cansaço.

Como começar

Convide um amigo para ser sua testemunha e estar no posto onde você vai largar. Sim, no posto, porque irá valer o horário de saída a mesma hora que estiver no cupom fiscal do abastecimento. Se você programou para sair ao meio-dia, por mais que você chegue e abasteça antes, deixe para tirar o cupom fiscal minutos antes da largada. O seu amigo não precisará fazer nada neste momento, somente testemunhar e assinar o documento de testemunha quando você for encaminhar para a IBA.

Durante a prova

Carregue contigo uma planilha em branco para preencher durante todo o percurso em todas as paradas e uma caneta ou lápis. Coloque esta planilha dentro de um saco plástico para proteger da chuva e deixe em um local de fácil acesso. Leve também outro saco plástico para guardar os cupons fiscais dos abastecimentos. Eu costumo colocá-los em um saco plástico tipo Ziploc, para ficar bem vedado.

Sempre que você parar para abastecer ou por mais de 15 minutos em qualquer lugar, você deve preencher a planilha com todas as informações daquele ponto. Em geral, as paradas são sempre nos postos de combustíveis, onde você irá abastecer, ir ao banheiro, fazer as refeições, etc. Se você precisar parar em qualquer lugar por algum outro motivo, preencha a planilha com as informações do local, data, hora e o motivo da parada. Se for demorar em algum posto mais que o tempo normal de abastecimento, não faz diferença abastecer na chegada ou na saída, o que importa é que o cupom fiscal esteja mostrando um horário compreendido entre o horário de chegada e saída. Se o cupom fiscal apresentar uma data e/ou horário errado, o que é comum no Brasil, principalmente nos horários de verão ou estados que tem fuso horário diferente de Brasília, anote no verso a informação correta colocando: CORRECT DATE 99/99/9999 e CORRECT TIME 99:99 hs e peça ao funcionário do posto para assinar e carimbar embaixo. Um ou outro comprovante pode estar com horário errado e você corrigir no verso, o que não pode é todos eles estarem errados, senão poderá gerar desconfiança por parte dos certificadores. Se eles tiverem qualquer desconfiança, poderão telefonar para os postos e testemunhas buscando maiores esclarecimentos e, mesmo assim, não acreditar. Eu prefiro parar para abastecer em postos médios. Os postos muito grandes tomam bastante tempo, porque geralmente tem muitas pessoas abastecendo e o local para pagamento é distante da bomba. Os pequenos demais podem não ter cupom fiscal eletrônico e emitir notas fiscais manuais, neste caso é necessário escrever a data e hora correta.

Final da prova

Assim que você completar a quilometragem necessária para a certificação, já com uma margem maior de segurança, pare num posto e abasteça, pois este último cupom fiscal de abastecimento valerá como local, data e hora do término da prova. Você também precisará de uma testemunha de chegada que irá assinar um documento comprovando que você esteve naquele posto naquele dia e hora. Eu procuro programar o final da prova em alguma cidade onde tenha um conhecido para ele ser a minha testemunha oficial.

Supondo que você termine a prova (+ ou - 1.700 kms) a uns 100 kms antes do local combinado com a testemunha. Assim que completar os 1.700 kms, pare, abasteça para comprovar o término e continue até o local de encontro com a testemunha. Mesmo que você ultrapasse as 24 horas para percorrer estes últimos 100 kms para o encontro com a testemunha, é importante ter abastecido dentro do prazo necessário para a comprovação do tempo e quilometragem.

Custo

É simples você calcular quanto irá gastar para fazer uma prova de Iron Butt. Se for fazer um SS1000, divida os 1.700 kms pela média de quilometragem que sua moto faz para saber quantos litros de combustível vai gastar. Multiplique este valor pelo valor médio do litro de combustível e terá o custo total gasto com os abastecimentos. Some os valores dos pedágios, alimentação e mais alguns gastos extras. Não esqueça de prever as despesas com uma eventual necessidade de mecânico, guincho, borracheiro, etc. A certificação do Iron Butt você pagará mais tarde, somente quando for efetivamente certificado e custa, mais ou menos, 45 dólares cada modalidade.

Documentos

Depois de terminada a prova e retorno para sua casa, junte todos os documentos conforme relação abaixo e encaminhe para IBA para certificação. Desconheço o prazo limite para encaminhar os documentos, pois sei de motociclistas que levaram mais de seis meses para enviar. Eu geralmente envio no máximo um ou dois meses após terminada a prova, que é o tempo necessário para preparar toda a documentação. Depois que a IBA recebe todos os documentos, levam mais uns 8 meses para analisar tudo e encaminhar o certificado. Lembrando que eles recebem documentos do mundo todo e de várias modalidades para analisar. Cada um deles é visto com cautela e, se desconfiarem de algo, pode atrasar o processo ainda mais. Por isso é bom revisar toda a documentação antes de encaminhar. Quanto aos cupons fiscais, verifique se todos estão com as datas e horas corretas, ou feitas as correções no verso e devidamente carimbadas, assinadas e tenham todas as informações do posto, como cidade, endereço e telefone. Compare com as informações lançadas na planilha do log, pois os horários de abastecimentos devem estar entre a hora de chegada e saída anotada na planilha. Não encaminhe os originas dos cupons fiscais, apenas uma cópia legível. Guarde os comprovantes originais para eventualmente uma necessidade de reenvio. Todos os documentos devem estar no idioma inglês, com exceção apenas dos cupons fiscais.

Envio da documentação

Carta - É uma carta para a IBA informando os detalhes da modalidade feita. Coloque as informações dos documentos que você está encaminhando, o percurso efetuado descrevendo as principais cidades por onde passou e as cidades que parou para abastecer. Relacione os participantes que completaram a prova e assinatura de todos os membros.

Termo de Inscrição - Deve ser feito um termo de inscrição para cada participante da prova contendo todas as informações pessoais, inclusive os telefones e e-mail para o caso de algum contato da IBA.

Termo de Largada - Cada participante deve fazer um termo de largada contendo as informações pessoais, local da largada, data e hora. Estas informações de local, data e hora você deve pegar do primeiro cupom fiscal de abastecimento, ou seja, o posto de largada. Este formulário deve ser assinado por uma testemunha (aquela que presenciou a largada) e ter todas as informações de contato desta pessoa.

Termo de Chegada - Parecido com o Termo de Largada, mas neste formulário tem as informações do local, data e hora da chegada. Também deve conter as informações do cupom fiscal do último abastecimento, dados de contato de outra pessoa como testemunha de chegada e assinado por ela. Preferencialmente esta testemunha deve ter o endereço próximo ao local da chegada, ou seja, se você terminou sua prova na X, esta pessoa deve residir próximo a esta cidade.

Log - Este é um dos principais documentos, pois contém todas as informações do trajeto, pontos de paradas com horários de chegada e saída, motivo da parada, tempo de parada, tempo de um ponto a outro, distância, etc. Esta planilha é uma cópia digitada daquela planilha em branco, mencionada acima, que você deve preencher durante a prova. Também deve ser enviada uma planilha para cada integrante da prova, pois, além dos horários poderem ser diferentes, cada um tem suas informações dos odômetros da sua moto, quantidade de combustível e quilômetros rodados.

Autorização de Débito - Cada integrante deve enviar uma cartinha autorizando a IBA descontar do seu cartão de crédito as taxas para certificação. Cada certificação custa aproximadamente U$ 45,00 (quarenta e cinco dólares). Caso não queira postar dados do seu cartão de crédito, a IBA também aceita pagamentos via Pay Pal, neste caso, passe as informações da sua conta para débito das despesas.

Mapas - Encaminhe junto com os documentos uma ou mais cópia de mapas sinalizando o roteiro feito e as principais cidades por onde passou. Em geral eu imprimo uma cópia do mapa contendo a plotagem dos tracklogs do GPS e waypoints das principais cidades e postos de abastecimento. Você pode enviar mapas rodoviários comprados em bancas de revista, sinalizando o roteiro e as principais cidades com uma caneta marca-texto.

Tracklogs do GPS - Como eu costumo fazer as provas com GPS, sempre gravo num CD todos os tracklogs do percurso e os waypoints dos postos e principais cidades. Esta não é uma exigência da IBA mas como os tracks contém todas as informações da prova, com local, data, hora, velocidade, etc, de todos os pontos, facilita a análise caso eles tenham alguma dúvida. Inclusive para o preenchimento da planilha de log, eu utilizo as informações coletadas no GPS, onde tem a informação exata da data e hora que entrei e saí do posto para abastecimento.

Para onde enviar

Junte todos estes documentos dos integrantes e envie por SEDEX internacional para a IBA no endereço abaixo:

TO (para)
IRON BUTT ASSOCIATION
P.O. Box 9450,
Naperville, IL 60567-9450
USA


DICAS

Para a certificação SS1000 (1.000 milhas ou 1.609 kms em 24 horas) que é a menor prova a ser feita, se não tiver imprevistos que possam atrasar o percurso, em geral é completada com aproximadamente 21 horas, respeitando os limites de velocidade. Na minha primeira certificação de 1000 milhas, tive o inconveniente de um pneu furado que atrasou bastante a viagem, chegando ao ponto de quase desistir, mas consegui vencer o percurso em exatas 24 horas. Então a recomendação é procurar não perder tempo, principalmente nos abastecimentos, que parecem não ser demorados, mas quando você vai fazer os cálculos, entre sair da rodovia, chegar até a bomba, abastecer, preencher a planilha, pagar e voltar até a rodovia na velocidade normal de cruzeiro, você acaba perdendo, no mínimo, uns 20 minutos, isso se todo o processo for bem rápido. É mais ou menos igual a um Pit Stop na Fórmula 1, onde o tempo da troca de pneu beira 6 segundos, mas o tempo total de parada nos boxes ultrapassa 30 segundos. Um pouco que você descanse, vá ao banheiro ou faça algum lanche, esse tempo já sobe para perto de 40 minutos. Considerando cada parada entre 150 a 200 kms rodados, você terá próximo a 10 paradas no total. Se cada parada você perder 30 minutos, terá um tempo total parado entre 4 a 5 horas, restando 19 ou 20 horas para você fazer os 1.700 kms. Caso você esteja programando uma certificação maior, como por exemplo a modalidade de SS2000k (2.000 kms em 24 horas), estas paradas devem ser ainda menores, qualquer imprevisto pode impactar no cumprimento do prazo. Na minha certificação do SS3000 (3.000 milhas ou 4.830 kms em 3 dias), parei para dormir somente após 2.844 kms percorridos. O tempo total parado para descanso foi de quase 7 horas, mas de sono mesmo não chegou a 5 horas. Então quanto menos tempo você perder nos abastecimentos, mais tempo terá para descansar. Procure não perder tempo no início da prova, pois qualquer tempo perdido, pode te faltar lá na frente se você tiver algum imprevisto, como uma estrada em reforma e bloqueada por algum tempo. Lembre-se muito disso quando tiver parado: NÃO PERCA TEMPO.

Siga o projeto

Conforme mencionado no início, o projeto é boa parte do sucesso, então procure programar tudo antes do início da prova. Busque todas as informações necessárias. Se precisar, telefone antes para os postos da Polícia Rodoviária e peça informações das estradas e postos de combustível, principalmente nos trechos que você irá passar a noite. Entre no site do DNIT para pegar informações atualizadas das rodovias federais. Depois do projeto fechado, siga o que está programado. Não queira ficar discutindo ou analisando o roteiro no meio da prova, a não ser que tenha surpresa com alguma rodovia interditada no meio do caminho. Se você não conseguiu informações suficientes sobre um determinado trecho, programe uma rota alternativa para desvio. Tenha em mente o roteiro principal, mas se você conseguir alguma informação mais atualizada sobre aquele trecho e realmente ele não for a melhor opção, você já tem o desvio programado. Tente pegar informações com os caminhoneiros que você encontrar nos postos mais próximos ao provável local de desvio e estiverem vindo em sentido contrário.

Procedimento nas paradas para abastecimento

Eu costumo abastecer logo na chegada do posto. Se estiver fazendo a prova com mais de um participante, procure estacionar as motos em bombas separadas, assim, se tiver mais de um frentista disponível, várias motos podem ser abastecida ao mesmo tempo. Caso não tenha bombas suficiente para todos os integrantes do bonde, lembre-se da regra para abastecimento em bonde, ou seja, parem as motos de forma diagonal na bomba, em ângulo de 45 graus. Desta maneira, pelo menos três motos podem ser abastecida em cada bomba sem a necessidade de locomovê-las, agilizando todo o procedimento. Se possível, e as motos tiverem mais ou menos o mesmo consumo, organize para um participante pagar os abastecimentos cada vez e pegar todos os cupons fiscais, isso reduz o tempo de cada um passar o seu cartão. Também é aconselhável levar uma parte em dinheiro, pois nem todos os postos aceitam cartão ou estão com a "maquininha" funcionando. Os comprovantes de débito/crédito NÃO VALEM como comprovante de abastecimento, somente o cupom fiscal.

Assim que parar sua moto na bomba, prepare para o abastecimento, abrindo a tampa do tanque e deixando pronta para o frentista. Pegue a planilha em branco e preencha com todas as informações necessárias em cada linha. Coloque o dia e horário de chegada, wayponit (se estiver com GPS marque um ponto para identificar o local), cidade-estado e odômetro da moto e do GPS. Se a parada foi para abastecimento, coloque a quantidade de litros de combustível, as informações do nome do posto e o motivo da parada (abastecimento, lanche, banho, etc.) e o horário da saída. Caso tenha parado em qualquer outro lugar, preencha também a planilha com as informações do local e o motivo da parada, neste caso só o campo da quantidade de combustível ficará em branco. Não esqueça de pegar o cupom fiscal, que deve ter um para cada abastecimento de cada integrante do bonde e conferir as informações de data e hora. Se estiver errada, coloque as informações corretas no verso e peça para o caixa assinar e carimbar.

Sono

É lógico que você poderá sentir sono no meio do caminho, então descubra antecipadamente os horários que te dá mais sono e veja como fazer para despertar. Ande com segurança. Se precisar fazer paradas extras para "espantar" o sono, tomar um banho, molhar o rosto, beber um energético, faça, pois o risco de pilotar com sono é enorme. PILOTE SEMPRE COM SEGURANÇA E DENTRO DOS SEUS LIMITES

Prepare-se para abortar a prova

Esteja sempre preparado para abortar a prova a qualquer momento. Não vá além das suas possibilidades. É muito mais sábio abortar a prova e deixar para uma próxima oportunidade, tirando as experiências que você teve na prova anterior, do que forçar algo e se arrepender depois. Saia com o pensamento de que você NÃO VAI FAZER, que você está fazendo apenas um teste para depois realizar numa próxima oportunidade. Assim você não terá qualquer ressentimento de parar a qualquer momento da prova.

Mantenha uma boa velocidade

Tente manter uma velocidade boa e constante. Se você pilotar dentro dos limites de velocidade das rodovias no Brasil, que giram entre 80 e 120 kms / hora, você conseguirá uma média de 80 a 90 kms / hora, que é suficiente para cumprir as provas dentro do prazo requerido.

Evite os centros das cidades

Na programação do projeto já procure os desvios das grandes cidades e grandes centros. Não tem qualquer motivo para você passar dentro das cidades. Isso só fará você perder tempo com semáforos e trânsito intenso de veículos. Sem contar os motoristas das cidades que cruzam diariamente as rodovias e fazem muita barberagem. Então procure desvios que passem por fora das cidades para ganhar tempo. Nem que este desvio faça você rodar mais de 100 kms, afinal, se estiver no teu projeto, esta distância contará no teu percurso total. Inclusive para o posto da largada, escolha um na saída da cidade, preferencialmente na BR, onde você não pegue mais trânsito e já possa iniciar a prova sem paradas.

Pedágios

Pode até parecer desprezível, mas a soma de todos os tempos gastos para pagamento dos pedágios é muito relevante. Então prefira estradas que não sejam pedagiadas ou que motos não paguem pedágio. Mas, se tiver que pagar, e estiver fazendo a prova em um grupo com vários motociclistas, acertem os valores antecipadamente ou posteriormente para somente um parar na cabine e pagar a tarifa para todos, isso reduzirá bastante o tempo de parada. Se estiver chovendo, você perderá mais tempo ainda, pois terá que tirar a luva, abrir o bolso onde está o dinheiro, pagar o pedágio e colocar tudo novamente, sem contar que você deverá estar com capa de chuva e terá mais dificuldade para "achar" o dinheiro (seco) para o pagamento. Tente facilitar ao máximo o acesso ao dinheiro para os pagamentos.

Equipamentos e Vestuários

Jamais queira testar aquele seu capacete novo, bota nova, etc durante a prova de Iron Butt. Prefira sempre aquele vestuário antigo, que você já conhece e que seja confortável. Um capacete novo pode não ser muito bom ou você não se adaptar bem e acabar se incomodando na viagem. Já imaginou uma bota nova que você só descubra que ela aperta e faz calo depois de uns 1.000 kms rodados? Esta regra vale também para acessórios novos que você quiser colocar na moto. Deixe para instalar depois da prova ou instale e teste bem antes de iniciar o Iron Butt.

Clima

Nem preciso dizer que a chuva pode atrapalhar toda sua performance e baixar muito o rendimento, então escolha uma época do ano e região que chova menos. Geralmente os meses de julho a setembro na região central do Brasil tem poucas chuvas. Epoca inclusive de umidade baixa do ar. Se você conseguir conciliar com noites de lua-cheia, melhor ainda.

Peças de reposição

Aqui vale a velha Lei de Murphy. Se for para dar problema em alguma coisa, vai ser bem aquilo que você não está levando para reposição, então não adianta querer levar muita coisa, pois só vai carregar peso. A não ser que você, já conhecendo sua modo, saiba que ela está com um problema não resolvido e de fácil solução durante a prova, como por exemplo uma lâmpada que esteja queimando frequentemente, neste caso vale levar algumas de reposição. Eu costumo fazer uma boa revisão antes da prova e levar somente algumas chaves para o caso de algum acessório se soltar ou para pequenas emergências. Se você tiver um problema com a moto, tente resolver chamando o socorro do seguro (se tiver) ou de alguma outra forma, mas se for um problema sério, desista da prova e deixe para uma próxima oportunidade. Lembre-se: Esteja preparado para abortar !!!

Alimentação

Procure levar alguns alimentos leves, como barras de cereais e frutas para ir se alimentando nos pontos de parada durante os abastecimentos. Se você ficar na dependência dos alimentos que encontrará na estrada, como não tem tempo de ficar procurando e parando em vários lugares, pode ser obrigado a comer aqueles lanches oleosos e podem te fazer mal ou dar uma diarréia. Mesmo assim, aconselho fazer pelo menos uma refeição "quase" normal no dia. Digo "quase" porque não aconselho alimentos pesados que possam te dar sono no percurso, mas um prato-feito com legumes e carnes leves, preferencialmente cozidas.

Garupa

Não é aconselhável fazer qualquer uma das provas com garupa, pois vai ser bem mais cansativo para o piloto e principalmente para a garupa, que quase não se mexe durante toda a viagem e as paradas são muito curtas. Mesmo assim, se for opção compartilhar a prova com a garupa, esta também receberá um certificado de Garupa Iron Butt.

Alongamentos

Como qualquer outra viagem de moto, mesmo que não seja uma prova de Iron Butt, lembre-se de fazer os devidos alongamentos nas paradas. Apesar do tempo de parada ser curto, os alongamentos te ajudarão a relaxar e reduzir possíveis dores no corpo.

Mais informações

Se você tiver mais alguma dúvida, fique a vontade para me mandar um e-mail com as suas perguntas. Também gostaria de saber se, de alguma forma, estas dicas te ajudaram para realizar a sua prova. Me mande o relato ou o link de algum lugar na internet que você tenha descrito a sua façanha.

BOA SORTE !!!

Fonte Mazzo.net

 

 

TRILHADOS M.C

Marcellus Luiz

Vice presidente